terça-feira, 1 de novembro de 2011

Piano Hinge - Livro arco-íris - Tutorial II



   Atendendo a pedidos apresento agora o tutorial do livro mostrado na foto da postagem anterior (aqui) que encontrei na internet e cujo autor desconheço mas que batizei de " Livro Arco-íris " .
    Estes são os materiais necessários para fazer este livro:


    30 folhas de papel Color Plus 180g tamanho A4 nas cores:
    2 rosa
    3 violeta
    3 indigo
    3 azul
    3 turqueza
    3 verde
    3 verde claro 
    3 amarelo
    3 laranja 
    2 vermelho
    2 preto

    29 varetas de bambu
    lápis
    borracha
    boleador
    estilete
    régua de metal
    esquadro
    base de corte
    alicate

  Boleador é um instrumento que se parece com uma caneta esferográfica e geralmente é usado para trabalhar papel vegetal:


  Uma caneta esferográfica sem tinta pode ser utilizada em seu lugar que o resultado é o mesmo.
    Em primeiro lugar medir com uma tira do papel Color Plus a largura das alças por onde passarão as varetas desse modo:


    Marcar cada uma das 2 folhas pretas fazendo 2 traços paralelos no centro de seu maior lado com o boleador:


   A distância entre esses 2 traços, neste caso, deverá ser de 1cm (conforme medida da penúltima foto), mas essa medida irá variar conforme a vareta utilizada:

                                                                                 
    Fazer 16 cortes paralelos  entre  esses  2 traços ( como no tamanho A4 o comprimento desses traços deve variar em torno de 21cm, o intervalo entre cada corte deverá ser o resultado de 21 dividido por 16 = aproximadamente 1,3cm ). Mas é preciso medir exatamente o tamanho das suas folhas porque mesmo que você as tenha comprado como A4, as medidas podem variar de uma folha para outra e para que o resultado seja bonito você deve acertá-las de modo que tenham exatamente o mesmo tamanho e só então dividir essa medida por 16.


    Dobrar as folhas pretas nas marcas feitas com o boleador assim:

 
                                                                                                                                                  
    "Afundar" (fazendo pressão para baixo) as alças alternadamente deste modo:

                                                                            
     Marcar cada uma das folhas coloridas a lápis com as mesmas medidas que foram feitas nas folhas pretas:


    Fazer um corte sobre cada um dos 16 traços paralelos:
   Flexionar cada folha no meio sem vincar e, com a ajuda de 2 varetas, dar formato às alças virando uma para a direita e outra para a esquerda alternadamente:


  Retirar as 2 varetas e reservar as folhas. Esse procedimento vai facilitar a montagem do livro.
            

    Montagem:
      - pegar uma folha preta e uma vermelha e passar uma vareta pelas alças de uma e de outra alternadamente:


     - agora adicionar uma folha laranja, com uma nova vareta, do mesmo modo:


    - novamente uma folha vermelha com mais uma vareta.
  - daqui por diante o procedimento será sempre o mesmo. Observar apenas a sequência das cores das folhas a serem adicionadas:
laranja, amarelo, laranja, amarelo, verde claro, amarelo, verde claro, verde, verde claro, verde, turqueza, verde, turqueza, azul, turqueza, azul, indigo, azul, indigo, violeta, indigo, violeta, rosa, violeta, rosa e a última capa preta.


    O resultado obtido deverá ser este:

    
    Como sempre, se houver alguma dúvida quanto às explicações acima não hesitem em perguntar pois responderei com o maior prazer.

quarta-feira, 5 de outubro de 2011

Encadernação Piano Hinge - Tutorial I


                                                                           
                                                                                                                                                       
   Piano Hinge Binding ou encadernação piano hinge é um tipo de encadernacão já abordado previamente (aqui) em que os cadernos são encaixados por meio de uma vareta que funciona como o pino da dobradiça das tampas dos pianos não havendo portanto nenhum tipo de costura ou cola na lombada. Muito versátil, dá margem a um sem número de variações conforme os materiais utilizados e a criatividade de cada um. Fotos de modelos diferentes, com varetas aparentes ou não e feitas dos mais inusitados objetos já foram mostradas na postagem anterior.
   O trabalho cujo tutorial apresento agora foi criado por mim com base no capítulo Piano Hing Binding do Vol. I da série Non-Adhesive Binding, de Keith Smith. Acreditem-me, faz muito sucesso entre o público e todos ficam absolutamente encantados com sua engenhosidade.
     Estes são os materiais necessários para confeccionar este livro:

                                                                             
    papel para os cadernos
    papel para as guardas
    papel para o revestimento
    cartão cinza Hörlle
    17 varetas de madeira ou bambu
    fio azul
    fio amarelo
    contas coloridas
    base de corte
    estilete
    régua de metal
    esquadro
    lápis
    borracha
    dobradeira
    fita crepe 
    lixa
    alicate
    pincel chato largo
    cola branca

   Em primeiro lugar é necessário verificar o "fio" do papel. As folhas de papel, ao serem dobradas, impõem uma resistência a esse movimento. A figura abaixo mostra que ao pressionar levemente o papel nos dois sentidos, comprimento e largura, um deles resiste menos à pressão exercida pela mão. Isso indica que é assim que as folhas deverão ser dobradas para formar os cadernos:

                                                         
                                                                           
   Desse modo o lado dobrado dos cadernos ficará paralelo à lombada do livro. Principalmente no tipo de encadernação piano hinge esse cuidado é importante pois neste caso em particular não dobraremos as folhas, apenas as curvaremos formando alças por onde correrão as varetas e se o papel não estiver no fio suas fibras se quebrarão e o visual da lombada não ficará tão bonito. Aliás, em praticamente tudo em encadernação é necessário primeiramente descobrir qual o fio do papel. Isso fará com que capas (pastas), guardas e folhas não enverguem, entortem, etc.
    Cortar as folhas nas medidas:  30 x 15 cm. As minhas rasguei manualmente com o auxílio de uma régua.
    Separar as folhas de 6 em 6 para obter 17 cadernos.                                                             
   Neste  caso, para cada caderno foram usadas 2 folhas de Vergê azul, 1 de papel japonês para caligrafia, 2 sulfite de cores diferentes e 1 de fibras naturais:
                                                          
                                                        
     Mas cada caderno pode ser formado por uma única folha ou quantas quiserem.
    No meio de algumas das primeiras folhas dos cadernos colei uma tira de 2cm de papel estampado para que aparecesse na lombada e quebrasse um pouco a dominância do azul:


    A  primeira folha  de  cada caderno sempre ficará  aparente  na lombada e serão suas cores e padronagens que comporão seu visual.
    O diâmetro da vareta utilizada e o nº de folhas dos cadernos é que vai determinar qual será a medida das alças pelas quais ela deverá correr. Assim, passamos o meio de um dos cadernos em torno de uma vareta como se vê na foto e com um lápis fazemos uma marca de cada lado do papel, rente à vareta, para obter a medida que deverão ter as alças: 

                                                                      
    À medida assim obtida, 1,5cm, somei 0,5cm de margem para que a vareta pudesse passar com um pouco mais de folga nas alças:  1,5cm + 0,5cm = 2cm. Essa é a medida das alças.
   Esse  0,5cm que  adicionei à medida das alças foi aleatório e é possível usar unicamente a medida original obtida de 1,5cm, sem acrescentar nada; neste caso, como as alças vão ficar um pouco mais justas, vamos ter um pouco mais de trabalho e tomar um pouco mais de cuidado ao passar as varetas para não rasgá-las, mas o efeito obtido dessa maneira também é bem bonito.
    Separadas e sobrepostas as folhas de cada caderno, marcar a lápis a folha de cima de cada um assim:
    - o meio da folha e 1cm para cada lado dessa marca
    - fazer dois traços nas 2 marcas assim obtidas (na do meio não)
       
                                                                            
     Ao longo de cada um desses 2 traços fazer uma marca a cada 1,5 cm. Unir as marcas paralelamente com um traço.                                                            
     Teremos obtido 9 traços de 2cm cada:
                                                   
                                                                              
   Com uma régua de metal e um estilete, cortar sobre esses 9 traços um grupo de 6 folhas (um caderno) por vez com a pressão necessária para que a última folha do grupo seja cortada também:


    Procurar fazer isso sempre sobre uma base de corte ou sobre uma superfície que não se estrague com a lâmina do estilete.    
   Flexionar no meio de cada caderno sem dobrar, digo, sem vincar a dobra. Para facilitar a passagem das varetas na hora da montagem do livro pode-se ir virando as alças de cada caderno antecipadamente, com uma vareta, para a direita e para a esquerda:                                           
                                                                                                           
    Unir primeiramente 2 cadernos com uma vareta introduzindo-a numa alça de um, numa do outro e assim por diante alternadamente conforme as fotos:

                                                                               
     Ir adicionando os próximos cadernos, um de cada vez, até o último:


    Se não quisermos colocar capas podemos parar neste estágio do livro. Nas fotos da postagem anterior (aqui) vemos que grande parte deles é desse modo. Ou então, acrescentar apenas os fios entrelaçados pelas varetas, com ou sem contas penduradas.
   Para as capas cortar 2  placas iguais de papelão cinza (Hörlle)  de  2 mm, nas medidas 18 x 15,5 cm. O lado de 18cm será paralelo à lombada. Lixar levemente as arestas dos cortes para o acabamento ficar melhor.
    Cortar 2 partes iguais de revestimento nas medidas 22 x 22cm. O revestimento usado aqui foi papel artesanal japonês Washi azul. Embora ele seja muito resistente, colei em todo seu avesso uma folha de papel azul para dar mais estrutura às alças.
    Medir o meio da lombada e marcar.
   Marcar o meio do papel de revestimento e sobrepô-lo à marca feita no meio da lombada:                          
     Marcar os pontos em que serão feitos os cortes para envolver as varetas.
    Fazer traços paralelos de 4,5cm de comprimento à partir desses pontos (com um esquadro): 
                                                                             
    Observe atentamente onde foram feitas as marcações e onde deverão ser cortados os traços. Repare que há diferenças nas medidas da cabeça e do pé do livro. 
    Cortar sobre esses traços.                                                                      
    Inserir 5 alças alternadamente em torno das varetas:                                                  
                                              
                                                                                                                                          
     Conferir do lado externo se estão corretamente posicionadas e ajustadas:

                                                                                      
    Apoiar o livro sobre a lombada e posicionar uma das 2 placas de papelão sobre o lado interno do revestimento centralizando-a de modo que o meio de seu maior lado (o de 18cm) coincida com o meio da lombada.

                                                
     Prender as alças sobre o papelão e fixá-las com uma fita crepe:
                                                 
                                                                               
   Testar  mais  uma vez  dos dois lados da capa se as alças estão corretamente posicionadas e articulá-la para ver se o movimento acontece livremente:

                                                                           
    Com muito cuidado, sem mover nada do lugar, ir levantando a fita crepe e colando as alças no papelão alisando bem com uma dobradeira ou um pano macio.
                                                                                                                                                  
                                                                   
    Medir 2cm à partir da borda do papelão junto à lombada e cortar as sobras das alças nessa marca com a régua de metal e o estilete sem fazer muita pressão, sentindo que ele está cortando apenas as alças e não o papelão:

                                                                                        
    Somente agora que as alças já estão coladas no lugar pelo lado de dentro da capa é que se pode colar o revestimento na capa do lado de fora com o pincel chato e a cola. Alisar bem depois de colar para tirar as bolhas de ar.
   Virar e colar as bordas do revestimento para dentro da capa: primeiro em cima (cabeça) e embaixo (pé) e por último na lateral (goteira).
   Cortar  2  pedaços  iguais  de um papel azul de 90g ou mais (qualquer papel encorpado) nas medidas 15 x 12,5cm para as guardas (revestimento interno) de cada uma das capas.
   Colar um deles, com o lado de 15cm paralelo à lombada, centralizando-o do lado interno da capa. Alisar bem com uma dobradeira para tirar as bolhas e deixar secar sob um peso:

     Repetir todos esses procedimentos do outro lado do livro para fazer a outra capa.

                                                                                   
     Colocar o livro de pé assentando todas as varetas no lugar na parte de baixo (pé):

                                                                           
     Deitar o livro sobre a lombada sem tirar as varetas do lugar e marcar a lápis, com a ajuda de uma régua, o lugar onde elas deverão ser cortadas:

                                                                                
     Cortá-las uma a uma nessa marca com um alicate:

                                                                             
     Lixar as varetas para tirar as rebarbas do corte:

                                                                                                                                                                      Medir 1,10m de fio azul e começando pelo meio dele, ir entrelaçando pelas varetas como na foto:                                                  

                                                   
    E assim por diante, voltando 2 vezes quando chegar à última vareta; isto resultará num total de 3 carreiras de fio azul entrelaçado.                        
    Quando terminar dar um nó simples pelo lado externo da lombada e pôr um pingo de cola. Depois de seco, colocar contas ou o que preferir nos fios que sobram além do nó e prendê-las com nós duplos. Cortar os fios excedentes.
    Medir 55cm de fio amarelo e com ele dobrado no meio entrelaçar pelas varetas como antes. Arrematar do mesmo jeito.                  
     Essa será a cabeça do livro - a parte superior da lombada:

                                                                            
     No pé  do  livro fazer o mesmo acabamento só  que  após  entrelaçar  os  fios, dar um nó simples do lado de dentro da lombada, colá-lo e depois de seco cortar os fios rente a ele:
 
     O resultado final deverá ser este:

                                                                             
     O mecanismo da dobradiça pelo lado interno entre 2 cadernos ficará assim:

                                                                             
     No meio de cada caderno, assim:

                                                                         
     E entre as folhas de um mesmo caderno, assim:

                                                                                
     O livro permite uma abertura de até 360°.

                                 
                                                                                  
     Por  causa  das varetas a lombada será sempre maior que a goteira não importando quantas folhas tenha cada caderno:

 
     Espero ter sido clara e objetiva em minhas explicações mas em caso de dúvidas não hesitem em me perguntar pois terei o maior prazer em esclarecer.
   Todo o conteúdo do tutorial, texto e fotos, são de minha autoria portanto, se copiarem ou compartilharem algo não se esqueçam de atribuir-me os créditos. Isso será gentil e ético. Obrigada!